ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Pintura de MDF: cuidados e como fazer na marcenaria

pintura de mdf na marcenaria.png
A pintura de MDF em peças maiores demanda cuidado. A preparação é o primeiro passo para todo o processo, mas a escolha da tinta também é fundamental.

A pintura de MDF é uma etapa fundamental da produção de móveis para garantir a satisfação do cliente. Quando falamos de pintura de peças maiores, ela é ainda mais importante, porque é visualmente evidente. É preciso ter bastante cuidado na preparação e em cada etapa da pintura.

Confira!

Passo a passo para pintura de MDF

Fernando Estrella, da Volando, marcenaria que trabalha com móveis produzidos em MDF 100% e ferragens de primeira linha, explica os 6 passos para fazer corretamente a pintura de MDF. Antes de mais nada, lembre-se de deixar o MDF perfeito para a pintura!

Veja a seguir o passo a passo:

  1. Passar massa acrílica nas imperfeições do MDF, fechamentos e lugares para parafuso;
  2. Aguardar 2 horas para lixar toda a peça: primeiramente, com lixa grão 60, depois 100 e finalizar com 220 para fechar os poros do material.
  3. Limpar a peça com líquido desengraxante para tirar o excesso de sujeira e pó.
  4. Passar o primer, com a diluição indicada pelo fabricante, com pistola de pintura em linha horizontal 50%, ou seja, ir até a metade da placa para checar se o primer está uniforme. Se sim, continue até completar a peça.
  5. Aguardar de 4 a 5 horas para a secagem completa, lixar a peça com lixa 320 para eliminar o efeito casca de laranja que a aplicação do primer possa ter deixado, utilizar a lixa de 400g e, na sequência, a de 600. 
  6. Para finalizar, passar o líquido desengraxante para a limpeza.

Cuidados ao realizar a pintura de MDF

Além de entender o passo a passo da pintura de MDF, o profissional deve saber os cuidados com as tintas. Afinal, cada tipo de tinta tem a sua preparação. Algumas, por exemplo, exigem catalisadores próprios e diluentes, que devem ser seguidos conforme instruções do fabricante.

Estrella explica que é importante utilizar copos de Becker para fazer a correta medição, além de “não utilizar o mesmo tubo para mexer tinta, catalisador ou diferentes tipos e cores de tinta, porque podem alterar cor, viscosidade e ‘sujar’ a tinta”. 

Ele ainda destaca que é necessário “fazer a pausa de alguns minutos para estourar bolhas de ar que possam aparecer depois de mexer catalisadores ou a própria tinta. É sempre bom utilizar peneiras para passar a tinta (principalmente laca e PU) antes de ir para o compressor porque sempre cai algum resíduo”.

Por fim, a aplicação deve respeitar a regra dos 50% da peça para analisar se é possível enxergar a superfície bem lisa. “No caso da laca, a textura desejada é a ‘espelho d’água’, em que fica com um aspecto molhado e espelhado”, completa. Não deixe de observar, também, o tempo de cura que cada tipo de tinta pede para a segunda demão.

Cuidado especial com as tintas

Existem boas opções de tintas que dão um excelente resultado na pintura de móveis e peças grandes. Cada uma delas apresenta suas vantagens e características.

O esmalte sintético automotivo, por exemplo, é de secagem rápida, tem boa resistência a riscos, aceita verniz e polimento, pode ser utilizado com pincel ou pistola de pintura e tem melhor preço. O primer, neste caso, é obrigatório.

Já a laca nitrocelulose para madeira apresenta várias texturas e brilhos, aceita verniz (para alto brilho) e polimento, e traz um acabamento profissional. No entanto, somente pode ser utilizado com pistola de pintura.

O PU (Poliuretano) também aceita verniz e polimento, mas se destaca pela alta impermeabilização. Outra vantagem é não alterar a cor com o tempo (por exemplo, a cor branca). Porém, depende de compressor de pintura;

Por fim, o poliéster automotivo, que é bem indicado para efeitos especiais, como metálico ou perolado. Deve ser utilizado somente com pistola de pintura, e o verniz poliéster ou PU e primer são obrigatórios.

A pintura de MDF, quando se trata de peças maiores, é preciso ser cuidadosa. A preparação é o primeiro passo de todo o processo, mas a escolha da tinta também é fundamental. Organize-se antes de começar!

Veja como organizar seu estoque de materiais de marcenaria!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar