ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Primeiros passos: como montar uma marcenaria?

primeiros passos para montar uma marcenaria do zero.png
Saiba como montar uma marcenaria profissional e os primeiros passos e investimentos necessários.

De acordo com o Ministério da Economia, em 2020, foram abertas mais de dois milhões de novas empresas no Brasil. Os empresários individuais respondem por 55% dos negócios ativos e por 79,8% das empresas abertas no segundo quadrimestre de 2020. Mas a grande questão é: como montar uma marcenaria?

Paulo Roberto Vieira Landim, profissional de contabilidade e sócio da Diconti Soluções Empresariais, enfatiza: “empreender significa decidir realizar. Sabemos o quanto essa tarefa é difícil e trabalhosa. A formalização do negócio abre portas, por tornar a atividade mais profissional e melhorando a gestão financeira, saindo do âmbito da pessoa física e passando para o da pessoa jurídica. A mola propulsora que move a marcenaria, além da criatividade e qualidade dos móveis, é uma boa gestão financeira a partir do planejamento e acompanhamento constantes.”

Acompanhe e conheça os primeiros passos sobre como montar uma marcenaria e concretizar o sonho da empresa próspera. Vamos lá?

Como montar uma marcenaria: conheça o mercado e crie o plano de negócio

O primeiro passo para saber como montar uma marcenaria é conhecer o mercado, a partir da elaboração de um plano de negócio - tendo em mente que a marcenaria é uma das atividades econômicas mais antigas e tradicionais.

A necessidade de isolamento social tem conduzido as atividades humanas para dentro das residências, desde o lazer até o trabalho. Móveis ergonômicos e multifuncionais passam a figurar como itens essenciais para as atividades diárias.

O plano de negócio é um planejamento administrativo para que o marceneiro se organize, devendo conter as definições de: 

  • Propósito do negócio (missão, visão, valores): utilize ferramentas, como o CANVAS, para identificar os diferenciais em relação à concorrência;
  • Móveis e serviços a serem comercializados;
  • Possíveis parcerias a serem estabelecidas. Landim recomenda: “Uma boa opção para as marcenarias é a parceria com arquitetos e designers para captação de novos clientes e encantamento dos existentes.”
  • Potenciais clientes e formas de prospecção;
  • Análise da concorrência;
  • Capital a ser investido e o faturamento mensal esperado. Faça uma projeção do tempo necessário para o retorno do investimento;
  • Presença digital: lembre-se que a sociedade atual está cada vez mais tecnológica, sendo imprescindível planejar a atuação online do seu negócio. Landim alerta: “A tecnologia também é uma aliada do marceneiro, melhorando as condições de trabalho e alcançando novos consumidores por meio das redes sociais.”
  • Precificação dos móveis e serviços prestados;
  • Estrutura física necessária, assim como o maquinário e ferramentas adequadas para fabricação dos móveis.

Pode ser interessante buscar apoio junto ao SEBRAE para criação do plano de negócios.

Como montar uma marcenaria: seja MEI

A atividade de marcenaria é uma das que pode ser enquadrada como microempreendedor individual (MEI), formalizando o negócio de muitos profissionais liberais. É o segundo principal passo do ciclo básico de abertura empresarial.

Meça o tamanho do espaço físico da marcenaria e tenha em mãos o número do índice cadastral do IPTU. Procure a prefeitura de sua cidade e providencie o alvará de funcionamento, de acordo com as exigências municipais.

Em seguida, acesse o portal do empreendedor (do Governo Federal) para dar continuidade e finalizar o processo de obtenção do CNPJ. São necessários os seguintes documentos: identidade, CPF, recibo de entrega da declaração de imposto de renda, título de eleitor, comprovante de residência do titular, comprovante de endereço da marcenaria e a consulta prévia de viabilidade do imóvel junto à prefeitura.

Como montar uma marcenaria: vantagens em ser MEI

  • Ter um CNPJ (pré-requisito para abrir conta bancária empresarial e obter linhas de crédito);
  • Poder emitir contratos e notas fiscais (pode ser necessário certificado digital);
  • Ter direito à licença maternidade e auxílio doença;
  • Contribuir com a previdência a partir da arrecadação mensal (DAS – documento de arrecadação do simples nacional)

Landim alerta para um dos principais erros cometidos por empreendedores iniciantes: “A burocracia da formalização pode ser bem desgastante, mas não desista e se lembre de não pagar as contas pessoais com o dinheiro da marcenaria! Abra uma conta bancária jurídica separada da pessoal, logo no início, para entender bem os resultados do negócio e não se perder financeiramente.”

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar