ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

orçamento da marcenaria

5 pontos de atenção com o orçamento da marcenaria

Para que o orçamento da marcenaria funcione, é preciso ficar atento a alguns pontos cruciais.

Ter uma marcenaria eficiente e de sucesso é o objetivo de qualquer empreendedor do segmento. Entretanto, para que isso aconteça, é necessário ter uma atenção especial para que erros de gestão não aconteçam de forma frequente. Uma das formas de controlar isso é ter um olhar cuidadoso no que diz respeito ao orçamento da empresa, que deve estar presente em um bom planejamento estratégico.

“Sem planejamento, as marcenarias acabam tomando decisões erradas e prejudiciais ao seu futuro”, destaca a designer industrial de interiores e arquiteta que presta consultoria para o setor moveleiro, Adélia A. Covre. A especialista afirma ainda que “planejar é a melhor forma de visualizar o estado desejado, sair do estado atual e estimular o desenvolvimento de uma empresa”.

E, para manter esse bom planejamento e não comprometer o orçamento de empresa, é importante fugir de erros de gestão que costumam ser bastante corriqueiros. A seguir, confira quais são os mais comuns.

1. Não calcular adequadamente o custo do produto

A determinação correta do preço é um dos aspectos fundamentais para evitar erros de gestão que prejudiquem o orçamento de empresa. Afinal, a correta precificação é um elemento crucial para proporcionar rentabilidade, competitividade, crescimento e retorno do capital investido à marcenaria.

“Quando uma empresa tem preços adequados, ela consegue atrair clientes, aumentar suas vendas, cobrir seus custos, fazer frente à concorrência e, ainda, obter lucro”, pontua Covre.

Nesse sentido, é importante sempre buscar um equilíbrio. Tabelas de preços com valores muito baixos prejudicam a saúde financeira do negócio e podem fazer com que a marcenaria opere "no vermelho", sem nem menos cobrir todos os seus custos operacionais.

Por outro lado, quando os valores são muito elevados em relação à média do mercado, podem afastar a clientela e reduzir a competitividade da marcenaria. Para as situações nas quais se atua em um nicho ou se tem produtos realmente diferenciados e mais exclusivos, é fundamental trabalhar junto ao mercado de interesse a noção de valor agregado, e não o de preço.

2. Desconhecer as despesas fixas

No orçamento de uma marcenaria, não se deve apenas levar em conta as despesas com a matéria-prima - os custos fixos (como conta de água e de energia) devem ser tratados com o mesmo olhar e a mesma consistência no planejamento do orçamento de empresa.

Eles são tão essenciais e podem impactar tanto ou até mais do que os insumos no fluxo de caixa do negócio. Assim, para não serem custeados com o montante de reserva (outro item que deve estar entre as preocupações de qualquer empresário) e para conseguir precificar adequadamente seu trabalho, é necessário incluir esses custos no seu orçamento mensal. Utilizar a reserva para esses custos pode deixar a empresa sem orçamento para novos investimentos.

3. Misturar finanças pessoais com as do negócio é um dos maiores erros de gestão que comprometem o orçamento 

Esse é um erro bastante comum em pequenas e médias empresas, em especial naquelas de gerenciamento familiar. Nesse aspecto, é preciso ficar claro que se torna extremamente difícil empreender com sucesso misturando a esfera pessoal com a profissional.

Além de prejudicar a prestação de contas obrigatória (como imposto de renda), isso pode fazer com que o empreendedor não saiba com precisão como está a saúde financeira de seu negócio.

Nesse cenário, é comum, por exemplo, a demanda de vendas aumentar, porém os resultados acabarem não aparecendo no fluxo de caixa, prejudicando o desenvolvimento da marcenaria.

“A falta de organização das finanças pessoais e empresariais pode acarretar uma previsão errada de quanto a empresa realmente possui. Com isso, essa falta de controle acabará impactando diretamente na forma de identificar os custos reais e as despesas empresariais”, comenta a consultora do setor moveleiro.

Vale ressaltar que essa mistura de despesas torna impossível, por exemplo, a realização de ações estratégicas que possam levar a uma redução de custos saudável, uma vez que existem retiradas impossíveis de serem detectadas com exatidão.

4. Contar com dinheiro a receber

Embora previsões de receita sejam importantes para avaliar o desempenho da empresa, elas não podem ser consideradas dinheiro garantido. É preciso tomar bastante cuidado para não contar com algo que ainda não foi materializado e, com isso, gerar um rombo no orçamento da empresa, pois, muitas vezes, esse valor não chega no caixa, especialmente em momentos de crise.

Para que isso não ocorra, é recomendável separar a receita real da prevista, a fim de criar cenários mais realistas para embasar sua tomada de decisões.

5. Não ter controle de estoque

Do ponto de vista financeiro, os estoques devem ser suficientes para atender à demanda, mas não podem ser excessivos, pois reduzem o giro dos ativos, diminuindo a rentabilidade da empresa.

A compra em excesso traz a necessidade de mais espaço para armazenamento, dificulta a realização de inventário, além de paralisar o capital de giro. Por isso, é necessário saber comprar o suficiente para atender à demanda da sua empresa sem cometer excessos. Afinal, a gestão do estoque tangibiliza o capital da marcenaria e pode acabar prejudicando o orçamento de empresa no médio e longo prazo.

Para saber mais sobre como organizar o orçamento de empresa e evitar erros comuns de administração, confira um guia para organizar a gestão de sua marcenaria.

TAG: Marketing
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar