ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Brasilidade no centro das tendências e o resgate da memória afetiva

memória afetiva e brasilidade arauco formóbile.png
Em conversa ao vivo, especialistas em design e tendências falam sobre a valorização da memória afetiva do brasileiro e o resgate das raízes.

A convite da Arauco, Alexandre Romero e Adriano Tadeu Barbosa trouxeram para a ForMóbile Xperience uma apresentação completa, sensível e cheia de dicas para arquitetos, marceneiros e designers de interiores descobrirem novas formas de trabalhar a brasilidade em seus projetos. Apresentando ao vivo os lançamentos da marca, explicando também como eles dialogam com as tendências de resgate ao afeto, os palestrantes também responderam perguntas e interagiram com os espectadores do evento.

“O consumidor mudou, e não somente na pandemia. Esse é um processo de mudança que já vem acontecendo há um tempo. Estamos diante de um consumidor 5.0, que exige transparência, manifesto, propósito e sentido”, comentou Adriano. “Estamos vendo um ressignificado diante das escolhas e dos lares, que trazem essa diversidade de um Brasil que está sendo redescoberto”, completou.  

Romero trouxe para a conversa um dos maiores questionamentos da marcenaria: como eu transformo essas tendências em itens para o dia a dia? “Observamos que isso acaba acontecendo de uma forma orgânica, natural. Nós percebemos essas mudanças ao longo dos dias, aos poucos. Hoje vemos uma junção de tendências diversas que foram evoluindo junto com as mudanças na sociedade brasileira, com uma forte inclinação para a personalização integral: os móveis se adaptam ao ambiente, aproveitam o espaço interno, integram tecnologia e dividem espaço com o retorno ao passado, com um olhar cada vez mais afetivo”, respondeu.

Resgate emocional sem abrir mão da evolução

Para Adriano, é preciso deixar claro que a tecnologia não volta atrás e é improvável que a sociedade abra mão dela, já que esta está integrada na vida cotidiana. “A tecnologia, porém, tem colocado em nós fortes questionamentos, com respostas que ainda não estão prontas, mas que estão sendo construídas”, disse. “E essa construção de sentido acontece quando a gente olha para dentro – por isso esse resgate ao passado: o filtro de barro, a samambaia, a textura dos móveis na casa da avó... Movimentos nostálgicos e saudosistas trazem segurança”. Adriano completa reforçando que tudo isso gira em torno do fazer sentido e gerar significado.

Romero complementou esse pensamento, comentando que essa busca fala tanto de elementos quanto de texturas. Apresentando a linha lançamento da Arauco, a coleção Persona, o especialista defendeu a tendência da personalização. “Uma coleção precisa para permitir combinações e integrações harmoniosas entre presente e passado, entre a tecnologia e a nostalgia. A coleção Persona tem essa característica, essa ideia de resgatar e o sentimento e criar peças com identidade”, explicou.  

“Vivemos um momento em que o Brasil se expressa e coloca para fora sua personalidade, ancestralidade e brasilidade. Os padrões disponíveis devem se unir à criatividade de marceneiros e arquitetos”, apontou Adriano. “Além disso, é importante que o profissional seja sensível e aprenda a entender o cliente e a perceber as nuances do seu lugar mais íntimo, que é sua casa. Somos quem conhecemos, muito mais do que o que sabemos”, finalizou.

 

A conversa completa e as interações entre os palestrantes e a audiência estão disponíveis na plataforma ForMóbile Xperience.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar