ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Logística reversa para móveis: o que você precisa saber?

Logística reversa para móveis.jpg
A logística reversa para móveis é uma solução fundamental para promover uma gestão de resíduos mais responsável e em conformidade com as leis nacionais.

Com os conceitos de sustentabilidade ganhando mais espaço, a logística reversa aparece como uma das opções mais interessantes para reduzir o impacto ambiental do consumo. Mas e sua aplicação no setor moveleiro?  Como funciona a logística reversa para móveis?

O que é logística reversa para móveis e como ela se aplica ao setor?

A logística reversa é, grosso modo, uma solução em prol da sustentabilidade, pois ajuda a evitar as diferentes formas de poluição.

Para a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS - Lei nº 12.305), Logística Reversa é “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”.

A Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário acredita que a logística reversa para móveis "seja um importante instrumento de desenvolvimento econômico, social e ambiental. Mais do que um simples descarte dos resíduos produtivos, um plano de ação adequado à Política Nacional de Resíduos Sólidos permite a reinserção apropriada desses materiais em novos ciclos de produção”.

Dione Manetti, Diretor Executivo da Pragma Soluções Sustentáveis, empresa que atua na implementação da PNRS e na economia circular, faz uma pontuação interessante sobre o setor moveleiro:

“O setor moveleiro, assim como outros, está submetido a determinação do Decreto Federal 9.177/2017, que cria isonomia entre as empresas aderentes ao Acordo Setorial de Embalagens em Geral e aquelas que ainda não participam de nenhum instrumento que regularmente a forma de recuperar suas embalagens. Ou seja, conforme prevê o Acordo Setorial, todas as empresas no Brasil têm por obrigação garantir a recuperação anual de, no mínimo, 22% das embalagens que colocam no mercado nacional”.

Vantagens e aplicações

Na visão dos especialistas da Associação, a logística reversa para móveis possibilita “tanto prolongar a vida útil de aterros sanitários como melhorar a economia circular na região e reduzir a extração de diversas matérias-primas, conferindo, ainda, valor agregado à empresa, que passa a ser reconhecida como uma marca socialmente responsável”.

No setor moveleiro, existem diversas empresas responsáveis quando o assunto é logística reversa. De acordo com a ABIMÓVEL, essas empresas “optam por utilizar materiais de fácil reutilização ou reciclagem na fabricação e embalagem de seus móveis, colaborando para que a menor quantidade possível de resíduos sejam destinados aos aterros industriais por não serem suscetíveis ao remanejamento”.

Em outras palavras, a logística reversa para móveis é uma maneira de ter uma produção sustentável.

Programa Recupera (parceria entre ABIMÓVEL e Pragma Soluções Sustentáveis)

Ter um plano de ação adequado à PNRS é um grande desafio para a indústria moveleira. 

Considerando que a logística reversa é um importante instrumento de desenvolvimento social, econômico e ambiental, a ABIMÓVEL, em parceria com a Pragma, lançou o Programa Recupera, para que seus associados tenham auxílio na implementação do processo de logística reversa para os móveis.

O Diretor Executivo da Pragma explica que o programa “viabiliza o cumprimento da logística reversa pelas empresas”, ao mesmo tempo em que trabalha para fortalecer a imagem das empresas e contribuir para o “desenvolvimento de outras iniciativas de economia circular, muitas vezes recuperando não só as embalagens, mas garantindo também a destinação correta dos próprios produtos, após sua utilização”.

Com o objetivo de implementar ações de logística reversa de embalagens pós-consumo, por meio de investimentos prioritariamente em associações e cooperativas de catadores, o programa ajuda os participantes do projeto a cumprirem suas metas de recuperação de logística reversa e a conformidade com os órgãos ambientais. 

A logística reversa para móveis é uma solução fundamental para promover uma gestão de resíduos mais responsável e em conformidade com as leis nacionais. As empresas que se preocupam com essa atitude sustentável conseguem, inclusive, se reposicionar no mercado como uma marca preocupada e engajada com a inclusão social e a sustentabilidade do planeta.

Esses são, inclusive, dois atrativos para os consumidores atuais. Pensando nisso, sua marcenaria está preparada para a logística reversa? Conheça nosso e-book “Sustentabilidade na produção de móveis”!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar