ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

ISPA EXPO ForMobile

Dinamismo, tecnologia e comunidade: presidente da ISPA aponta caminhos para o futuro do colchão

"A tecnologia está mudando não apenas os processos de fabricação de colchões e como eles são vendidos, mas também os produtos e recursos oferecidos" (Ryan Trainer, presidente da ISPA). Leia a entrevista completa!

Uma das principais representantes do setor de colchões no mundo, a ISPA (International Sleep Products Association) se posiciona como “A Voz da Indústria de Colchões” desde 1915. Nesse mais de um século de história, a associação reforça sua posição de vanguarda, tanto acompanhando tendências e apoiando o desenvolvimento de tecnologias do setor quanto gerando estatísticas e realizando pesquisas. A entidade também é responsável pelo ISPA EXPO, principal feira do mundo para o setor de produtos do sono. A equipe da ForMóbile estará na edição 2020 e traz a seguir uma entrevista exclusiva com Ryan Trainer, presidente da ISPA. 

Confira a entrevista completa: 

ryan trainer.jpgForMóbile Digital: Explique um pouco sobre os objetivos e metas das ISPA. Qual foi o foco do seu trabalho no ano passado?

Ryan Trainer: ISPA foi criado há mais de 100 anos para que seus membros pudessem encontrar uma forma de trabalhar em conjunto para fortalecer e melhorar toda indústria de colchões. A ideia é que, trabalhando juntos através da ISPA, nós podemos fazer mais para a indústria de colchões do que cada empresa consegue isoladamente. Nossa missão é liderar e desenvolver os interesses da indústria de produtos para o sono. Ao fazer isso, ISPA protege e melhora o crescimento, a lucratividade e a estrutura de toda a nossa indústria.   

Como “A Voz da Indústria de Colchões” (“The Voice of the Mattress IndustryTM”), nós focamos em prover 4 categorias de serviços ISPA:

  • defender os interesses do setor perante legisladores e reguladores governamentais;
  • coletar e analisar estatísticas do setor e outros dados críticos para impulsionar o crescimento no setor de colchões;
  • realizar pesquisas e construir relacionamentos com grupos que ajudarão a indústria a entender e comunicar melhor aos consumidores a importância do sono e de um colchão de boa qualidade para uma vida saudável e feliz;
  • criar oportunidades para os membros da indústria de colchões se conectarem e se comunicarem (como durante a ISPA EXPO e por meio de nossas publicações comerciais, Bed Times e Sleep Savvy).

Através destes esforços, a ISPA e seus membros se concentram na criação e manutenção de uma indústria inovadora de colchões, que ajuda o mundo a dormir melhor.

No ano passado, lidamos com sucesso com uma série de projetos de lei que poderiam ter imposto novos custos significativos ao setor.  Melhoramos os produtos estatísticos que fornecemos a nossos membros e iniciamos novos projetos de pesquisas com consumidores que ajudarão nossos membros a melhorar a experiência de compra de colchões do consumidor. A ISPA continua a sediar a ISPA EXPO e conferências industriais para que nossos membros possam colaborar, ouvir palestrantes inovadores e construir novos relacionamentos.

FD: A ISPA EXPO reúne representantes de toda a cadeia de suprimentos de colchões e produtos para dormir. Qual a importância dessa sinergia? Essa interação ajuda no resultado do produto final oferecido pelas empresas?
RT
: O setor de colchões hoje é muito dinâmico, tanto comercialmente como tecnologicamente. Esse setor também é uma comunidade que valoriza o relacionamento pessoal entre o fornecedor e o cliente.

A ISPA EXPO é a maior feira do mundo dedicada exclusivamente ao setor de produtos para dormir, apresentando as mais recentes tecnologias, componentes e equipamentos para colchões. Atraímos expositores e fabricantes de colchões de dezenas de países ao redor do mundo. Através da criação de redes e relacionamentos possibilitada pela EXPO, o setor se torna mais eficiente, ajudando os fabricantes a projetar e construir um produto melhor para o consumidor.

FD: Qual é o futuro dos colchões? Em um cenário em que as casas são mais inteligentes e conectadas a cada dia, qual é o papel do colchão e como ele se integra no mundo 4.0 / IOT?
RT:
A tecnologia está mudando não apenas os processos de fabricação que usamos para nossos colchões e como esses produtos são vendidos e entregues ao consumidor, mas também está melhorando os produtos e recursos que podemos oferecer a nossos consumidores para ajudá-los a obter um ambiente mais calmante e restaurador durante o sono noturno. Por exemplo, novas tecnologias podem ajudar o consumidor a tornar seu colchão mais quente ou mais frio rapidamente. Ela pode usar uma base de colchão ajustável para alterar a configuração, inclinação e altura do colchão. E agora estão disponíveis várias opções de biomonitoramento, que permitem ao consumidor rastrear sua qualidade de sono. Essas inovações que incorporam som, vibrações, iluminação e outros recursos eletrônicos também estão disponíveis. 

"O setor de colchões hoje é muito dinâmico, tanto comercialmente como tecnologicamente. Esse setor também é uma comunidade que valoriza o relacionamento pessoal entre o fornecedor e o cliente."

FD: Como você vê o cenário da indústria brasileira de colchões? Quais são as possibilidades e principais tendências para o setor?
RT: Acho que os produtores e consumidores brasileiros de colchões podem se beneficiar de muitas das mesmas inovações disponíveis nos Estados Unidos. O sono é uma necessidade humana universal. Embora os produtos específicos vendidos em diferentes mercados devam ser adaptados para atender à cultura e tradições locais (por exemplo, os consumidores em alguns países preferem um colchão mais firme, enquanto outros preferem produtos mais macios), acredito que muitas das inovações tecnológicas que se desenvolveram nos Estados Unidos e em outros lugares também seriam muito populares no Brasil.

FD: O que o ISPA está fazendo para aumentar o consumo de colchões? Que ações poderiam ser adaptadas para o Brasil?
RT:
O Conselho para um Sono Melhor (“Better Sleep Council - BSC) da ISPA educa os compradores de colchões sobre a importante relação entre um colchão de qualidade e uma noite de sono repousante. O BSC quer manter o colchão "TOP OF MIND" quando um consumidor está procurando uma melhor noite de sono.

Por meio de pesquisas, blogs e campanhas de mídia social, o BSC ajuda o comprador de colchões de hoje a se sentir confiante e informado enquanto navega no processo de compra.

Usando a pesquisa do consumidor do BSC, desenvolvemos conteúdo relevante, envolvente, relacionado ao sono e à saúde para um amplo público de consumidores.  Como todos precisam dormir, o BSC ajuda os consumidores a priorizar o sono necessário.  Para ajudar o consumidor a estar mais informado e confiante quando decide que precisa de uma nova cama, o BSC desenvolveu o Questionário para uma Cama Melhor (“Better Bed QuizzzTM (ou BBQ)”) para ajudá-la a refletir sobre questões importantes que ela precisa considerar ao escolher sua nova cama.  O BBQ (https://www.betterbedquiz.org/quiz) é um aplicativo on-line simples que ajuda o consumidor a se concentrar em suas necessidades físicas e outras relacionadas ao sono, os recursos do produto que deseja, o tamanho do quarto em que dormirá, se dorme com um parceiro e assim por diante. O objetivo do BSC é que, depois de fazer o BBQ, o consumidor tenha mais confiança na seleção do melhor produto para suas necessidades e orçamento. 

A pesquisa é importante tanto para o consumidor quanto para a indústria. Valida nossas mensagens e guia o BSC à medida que desenvolvemos nossas campanhas.

Em 2020, o BSC divulgará os resultados de um novo projeto de pesquisa que analisa a experiência de compra de colchões. Ao entender essa experiência da perspectiva do consumidor, os varejistas podem aprender a ser mais receptivos ao que o consumidor deseja e precisa . 

Acreditamos que os fabricantes brasileiros de colchões poderiam adaptar facilmente muitas dessas mensagens, ferramentas e pesquisas para ajudar a vender mais e melhores colchões em seu país.   

FD: Considerando a tendência de sustentabilidade e consumo consciente, o que está acontecendo com a reciclagem de colchões? Existe um tempo recomendado para a troca de colchões pelos consumidores?
RT
: ISPA recomenda aos consumidores a avaliar o conforto e a qualidade de seu colchão atual a cada oito anos e substituí-lo, se necessário.  Sabemos que o corpo humano e o estilo de vida podem mudar significativamente nesse período. 

Por exemplo, podemos desenvolver dores no corpo, podemos nos casar ou divorciar, podemos ganhar peso, o controle da temperatura pode ser mais um problema e assim por diante. Embora o colchão em si não mude muito durante esse período, ele ainda não oferece o conforto e o apoio necessários para que você durma bem.

A pesquisa da ISPA mostra que os consumidores parecem entender cada vez mais a importante conexão entre uma noite de sono repousante e um colchão de qualidade, porque o período médio de substituição diminuiu gradualmente para 8,9 anos hoje, em comparação com quase 10,9 anos em 2007.  Nossa pesquisa também mostra que o comportamento de substituição é geracional, com os consumidores mais jovens substituindo seus colchões com mais frequência do que os mais velhos. Por exemplo, consumidores entre 18 e 35 anos substituem seus colchões em média a cada 5,3 anos, enquanto aqueles entre 36 e 55 anos os substituem a cada 8,6 anos.   

Além disso, a reciclagem de colchões tornou-se uma questão importante para a indústria de colchões dos EUA.  No momento, três estados dos EUA exigem que a indústria (através do Conselho de Reciclagem de Colchões (Mattress Recycling Council), que a ISPA criou em 2013) execute programas de reciclagem de colchões. 

A reciclagem de colchões é financiada por uma pequena taxa cobrada quando os consumidores compram um colchão novo.  Atualmente, a MRC recicla mais de 1,5 milhão de colchões anualmente e espera que esse número cresça à medida que mais estados promulgam leis semelhantes .

FD: Quais são as expectativas para a ISPA EXPO 2020? O que podemos esperar para o evento?
RT:
Na ISPA EXPO 2020, os profissionais do setor aprenderão sobre milhares de novos e melhores componentes, serviços e máquinas de colchões que serão exibidos no maior salão de exposições da nossa história. Mais de 200 empresas de todo o mundo ocuparão mais de 13.000 metros quadrados de espaço para exposições.  Na EXPO, os fabricantes de colchões podem se conectar com fornecedores, parceiros de negócios, colegas e clientes de todo o mundo. ISPA também oferecerá aos participantes uma variedade de oportunidades educacionais e eventos de networking relacionados ao setor.  Na EXPO, o setor descobrirá novas ideias e tendências e expandirá seu conhecimento com informações que ajudarão seus negócios a prosperar, produzindo melhores produtos para seus clientes. .

FD: Como eventos como a ForMóbile podem ajudar no desenvolvimento do setor de colchões?
RT:
Como a ISPA EXPO, a ForMóbile oferece uma oportunidade para melhorar e expandir o setor de fabricação de colchões. Toda pessoa precisa de um sono repousante e rejuvenescedor para levar uma vida feliz e produtiva.  A ForMóbile gera um encontro importante onde as empresas brasileiras podem aprender sobre novas ideias e materiais que podem ajudar a proporcionar aos consumidores uma melhor noite de sono.

 


 

Ryan Trainer é presidente da International Sleep Products Association (ISPA), uma associação comercial sediada nos EUA que se dedica a proteger e melhorar o crescimento, a lucratividade e a estrutura da indústria de colchões. Trainer também é presidente do Conselho de Reciclagem de Colchões (“Mattress Recycling Council” MRC), uma organização sem fins lucrativos formada para desenvolver e implementar leis estaduais de reciclagem de colchões. 

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar