ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

aplicacao_revestimento_tecidos_moveis_formobile

Como fazer o revestimento de tecidos em móveis?

Os revestimentos de tecidos em móveis são um dos acabamentos mais utilizados na decoração de ambientes. Saiba como aplicá-lo.

Quando bem utilizados, os tecidos costumam agregar valor aos móveis e à decoração de um espaço. Mas para garantir que o revestimento seja bem feito, analisar as características do mobiliário é fundamental.  “Dependendo da peça, você não precisa cobrir tudo com tecido, pode optar por forrar só a frente das gavetas de um criado-mudo, por exemplo, ou as laterais e as portas de um armário, e, até mesmo, os ‘pés’ e as guardas do sofá. Tudo vai depender de seu projeto e das peculiaridades do móvel”, afirma Giovani da Rosa, projetista de móveis.

Dicas para a aplicação do revestimento de tecidos em móveis

Antes de colar o tecido no móvel escolhido, é preciso colocar em prática algumas dicas especiais, como:

  • Realizar uma boa limpeza do móvel, que envolve a aplicação de um pano com álcool para retirar qualquer sujeira que tenha ficado na peça.
  • Remover os puxadores para que a aplicação do tecido seja uniforme.
  • Uso de cola branca para grudar o tecido na madeira.

“Além disso, apesar de a aplicação de tecidos em móveis ser simples, essa técnica é indicada para peças com cantos retos, porque, em áreas curvadas, pode ser difícil conseguir o acabamento perfeito”, recomenda o profissional.

Tipos de tecidos para revestimento de móveis

Entre os tecidos mais utilizados para revestimentos de móveis, destaque para:

  • Chenille: tecido firme, bastante macio ao toque e muito utilizado em decoração devido à beleza e textura das suas fibras, mas que precisa de limpeza frequente, pois o pó se acumula em seus vincos.
  • Linho: no quesito adaptação, ele ganha de todos os outros. Durabilidade e flexibilidade são algumas de suas características mais marcantes, além da alta resistência à tração e ao desgaste.
  • Veludo: proporciona um efeito semelhante ao do chenille, mas com uma vantagem: o valor mais atrativo.
  • Algodão: um “coringa” no mundo dos tecidos em móveis, é muito usado na decoração, independentemente da peça que vai receber a aplicação.
  • Couro natural: é indicado para tapeçaria, revestimento de sofás, móveis, almofadas e confecção de detalhes. Sua limpeza e conservação são bastante práticas – basta usar aspirador de pó ou pano seco, o que o torna um tecido muito utilizado no revestimento de móveis.
  • Acquablock: usado para área externa, o tecido é produzido especialmente para revestir móveis da área de piscinas, varandas e jardins. Impermeável e resistente às mudanças climáticas, ele garante a durabilidade, além de ser indicado para quem tem cães e gatos de estimação.
  • Suede: é a camurça sintética. É um dos tecidos em móveis que têm um bom preço de custo.
  • Jacquard: mais resistente entre os tecidos para estofados. Sua trama fechada não acumula resíduos e a limpeza é fácil, tornando-o um grande aliado para revestimentos para móveis.

Você já conhecia essas opções de revestimento de tecidos em móveis? Deixe sua mensagem no campo de comentários abaixo e até a próxima. 

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar