• ForMóbile is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Tendências

Seccionadoras de painéis: dicas e aplicações

Tendo como principal benefício na indústria a qualificação do corte, as seccionadoras de painéis também atuam no desenvolvimento de acabamento e precisão nos painéis que por elas passam. Elas trabalham com sistemas de plano de corte integrado, para onde é possível lançar todas as medidas das peças a serem cortadas. O software, por sua vez, organiza da melhor forma a matéria-prima. Dessa forma, o sistema gera o aproveitamento mais econômico possível para que a máquina o execute.

Atualmente, o funcionamento do processo de corte faz com que o operador seja o responsável pela otimização das placas. Isso pode acabar ocasionando perdas para a indústria. Aplicar às seccionadoras de painéis o uso dos recursos da Indústria 4.0 pode ser uma opção. Assim, a tecnologia possibilita que um software identifique e aplique a melhor solução possível dentro das especificações necessárias.

Outros aspectos do sistema também merecem destaque, conforme pontua o gerente comercial nacional da Giben, Ari Geraldo Valarini.

“A máquina conta hoje com dispositivo de impressão de etiquetas, que pode ser acoplado a uma impressora. Dessa forma, é possível ter a emissão da etiqueta código de barras. Tal código especifica o tamanho do material que foi cortado, se a chapa vai receber acabamento de fita de borda, etc. Você pode ter, a partir da seccionadora, um processo integrado de uma fábrica para controlar 100% do processo”, afirma.

Tecnologia aplicada às seccionadoras

As novas tecnologias aplicadas às seccionadoras de painéis permitem que elas sejam máquinas computadorizadas. “Trabalhamos com a máquina na plataforma Windows que determina todos os controles dos eixos das máquinas, desde o avanço da serra até o controle do empurrador e da velocidade”, salienta Valarini.

Além disso, as seccionadoras de painéis têm controle de segurança e produzem relatórios no final do dia. Esses dados irão nortear o trabalho a ser realizado no período seguinte. Detalhes como quanto a máquina trabalhou em termos de produção, volume de corte, métodos lineares, número de deslocamentos de serra e o tempo que ela ficou parada, são especificados nesses relatórios de controle fabril.

Como extrair o máximo das seccionadoras de painéis

O grande ponto para o máximo aproveitamento das seccionadoras é a utilização de um software que vise a otimização.

“Todo o trabalho de engenharia deve ser desenvolvido com o PPCT da empresa. Além disso, toda a lista de corte deve ser preparada antecipadamente para que o operador possa receber isso já pronto. Dessa forma, ele não necessitará realizar nenhum trabalho que não seja propriamente a colocação do painel na máquina e o começo do processo de corte”, relata o gerente comercial da Giben.

O trabalho de engenharia deve ser realizado e posteriormente transferido para a seccionadora, seja por wireless ou dispositivo USB. Assim, o programa já pronto é descarregado na máquina.

Dessa forma, o uso de softwares especializados pode ser um aliado poderoso para a produção cada vez mais otimizada de painéis.

Gostou de nossas dicas de como extrair o máximo das seccionadoras de painéis? Conhece alguma outra boa prática para esse fim? Compartilhe sua experiência nos comentários.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *