ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

novo consumidor de móveis

Você está pronto para o novo consumidor de móveis?

Saiba como a pandemia do novo coronavírus tem afetado o comportamento dos clientes e gerado o novo consumidor de móveis!

A pandemia do novo coronavírus tem gerado mudanças de hábito em escala global, em poucos meses. Essas mudanças ocorreriam ao longo de décadas, caso não houvesse a presença das restrições sanitárias. Assim, surge o novo consumidor de móveis!

De acordo com dados do Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, em parceria com o Movimento Compre & Confie, em junho de 2020 as vendas online apresentaram uma alta de 110,52% em comparação com o mesmo período de 2019.

Acompanhe o texto, a seguir, e descubra o que tem sido o comportamento do novo consumidor de móveis e como as empresas podem se adaptar às novas demandas.

Novo consumidor de móveis: evolução comportamental

De acordo com a Nielsen, empresa americana que é referência em termos de pesquisa e informação de mercado, o comportamento do novo consumidor pode ser dividido em seis etapas.

As etapas, a seguir, estão relacionadas à evolução do controle da pandemia, podendo retroagir ou avançar de forma diferente, dependendo do local e da manutenção das medidas sanitárias.

1- Compras proativas para saúde

É o início da pandemia, quando o consumidor percebe a ameaça sanitária e começa a comprar produtos de limpeza em maior quantidade.

2- Gestão de saúde reativa

Os casos de contágio começam a crescer e o consumidor foca em adquirir produtos para combater o vírus.

3- Preparação da despensa

O consumidor passa a armazenar alimentos e produtos de limpeza/higiene devido às instabilidades sociais e econômicas.

4- Preparação para o isolamento social

As lojas físicas são fechadas e cresce a busca por compras online. Esse é um momento decisivo para empresas moveleiras pois o consumidor passar a comprar online. A presença digital deixa de ser uma opção e passa ser fator decisivo para vendas.

Andris Dias, gerente comercial da Euro Classic Móveis Personalizados, relata: Houve uma mudança na forma em que o cliente recebe o profissional, em sua residência, para entrega e montagem dos móveis. A necessidade do distanciamento social fica mais nítida.

O novo consumidor de móveis está em processo de transição para uma nova realidade social e econômica. A insegurança é grande e há uma queda brusca do consumo.

5- Vida restrita

De acordo com Andris:Quando foi decretado o isolamento social, houve um aumento significativo de orçamentos e pedidos, porém nos deparamos com um consumidor ainda mais preocupado com as medidas de segurança sanitária. Sempre nos perguntam se os profissionais seguem as normas e usam EPIs.

Os novos desafios passam a ser a retenção de clientes e a negociação de pagamentos. O novo consumidor de móveis busca por empresas parceiras, com uma postura mais humanizada. É necessário se aproximar dos consumidores para entender suas demandas e desenvolver novas estratégias de gestão de caixa.

Para garantir a continuidade dos negócios deve-se investir em um bom relacionamento com o público. O empreendedor deve pensar em longo prazo: estabelecimento de parcerias; criar plano de ação para cada etapa da pandemia; contar com especialistas em enfrentamento de crises e ter empatia/criatividade para encontrar soluções adequadas.

O novo consumidor de móveis identifica a necessidade de uma mesa de trabalho mais ergonômica (home office), de um sofá mais confortável para ver filmes, de móveis mais lúdicos para o quarto dos filhos e renovar o mobiliário residencial passa a ser prioridade. O bom atendimento é um grande diferencial!

6- Novo normal

Andris esclarece: “No inicio da Pandemia tivermos dificuldade para comprar matéria prima, hoje os fornecedores estão mais acessíveis com vendas on-line e diminuíram suas visitas de representação comercial.” O isolamento social é flexibilizado e o consumidor volta, aos poucos, a frequentar lojas físicas.

Algumas empresas têm utilizado câmaras sanitizadoras para higienizar a embalagem de seus produtos. Essas câmaras podem ser tanto com produtos químicos como com uso de luz ultravioleta específica, com propriedades germicidas.

Andris ressalta: A Euro Classic está atendendo seu público, desde a reabertura do comércio, com a adoção de medidas sanitárias tanto internas (como o distanciamento entre seus colaboradores, atendimento ao cliente com prévio agendamento, higienização constante do showroom), como em relação ao atendimento presencial, a partir da apresentação de projetos e orçamentos com o distanciamento necessário, sem perder a qualidade dos serviços.”

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar