reduzir custos na marcenaria

3 formas de reduzir os custos na marcenaria

A gestão dos custos é essencial para manter seu negócio competitivo. Conheça 3 formas de reduzir custos na marcenaria!

No mundo dos negócios, o caminho para atingir a excelência e maximizar os lucros exige que se tenham receitas maiores do que as despesas. Entretanto, para aumentar efetivamente a margem de ganhos e fazer o gerenciamento inteligente de recursos é fundamental reduzir os custos na marcenaria.

"Ainda que esse processo possa parecer complexo, na verdade, ele pode ser simplificado, já que existem diversos passos a serem dados para colocar em prática pequenas mudanças que são capazes de gerar grande diferença financeira e operacional. Adotar novos hábitos e eliminar vícios de rotina no dia a dia da marcenaria, por exemplo, são algumas ações que podem ajudar a estancar o escoamento do seu faturamento", afirma Ayrton Maciel, da AM Consultores.

Por que é importante encontrar formas de reduzir os custos na marcenaria?

A competitividade imposta pelo cenário empresarial impõe a necessidade de enxugar custos e aplicar o capital de forma inteligente - especialmente em momentos de crise, incerteza e instabilidade, como o que vivenciamos com a pandemia de Covid-19.

"O crescimento de uma empresa depende do seu faturamento, ou seja, da diferença entre o valor arrecadado e o dinheiro gasto em um período. A gestão estratégica dos custos é essencial para que o negócio permaneça relevante no mercado e prospere", resume Maciel.

Desse modo, ainda que a marcenaria tenha diversos clientes e venda bem, se o lucro não for o suficiente para cobrir o custo, ela ficará estagnada e a sua existência será posta em risco. Nesse contexto, uma das ações mais primordiais, é identificar os principais gastos e estudar formas de reduzir os custos na marcenaria. Ney Cesar de Oliveira King, coordenador do curso de Engenharia de Produção da PUC-PR, resume essa questão afirmando que é preciso "identificar as perdas e gastos desnecessários para corrigi-los o mais rápido possível. Eles representam jogar dinheiro fora, e num processo produtivo é inadmissível existir desperdício”.

Dicas de boas práticas para reduzir os custos na marcenaria

Há diversos caminhos para diminuir gastos no dia a dia de uma marcenaria. Para começar as mudanças em seu negócio, são boas práticas:

1. Otimizar o uso de recursos para evitar desperdícios

Recursos como água e energia elétrica são essenciais para o funcionamento da marcenaria. Ainda que essas contas tenham um peso significativo no orçamento, é possível diminuir os seus custos com alguns cuidados que irão também otimizar o uso dos recursos e contribuir para uma postura mais sustentável em seu negócio.

Torneiras e descargas econômicas, lâmpadas de LED, depósito para a água da chuva e o hábito de desligar os equipamentos quando esses não estiverem sendo usados são alguns exemplos de ações que podem ser facilmente implementados e exigem baixo investimento.

Além disso, evitar imprimir documentos e planilhas e conscientizar a equipe sobre a importância da otimização dos recursos é essencial para reduzir os custos na marcenaria. Substituir, quando aplicável, motores elétricos de baixo rendimento por modelos de alta eficiência também contribuirá para se ter melhor relação de custo-eficiência na marcenaria. 

No que diz respeito à energia elétrica, o coordenador do curso de Engenharia de Produção da PUC-PR, Ney Cesar de Oliveira King, indica ainda que “é possível programar os equipamentos que utilizam mais energia elétrica para que operem apenas em horários de mais baixo custo, organizando a produção da marcenaria de modo a reduzir custos, mas sem perder produtividade.

2. Rever processos e métodos de trabalho

A cada dia, as metodologias de trabalho são aprimoradas, tornando obsoletas algumas práticas mais antigas. Com o passar do tempo, pode ser que na sua marcenaria você acabe criando alguns vícios de trabalho que parecem funcionar bem. Mas isso não significa que essa seja realmente a melhor e mais eficaz forma de agir.

Pode ser que pensamentos como o “sempre fiz assim” ou “sempre funcionou” estejam, na verdade, consumindo mais tempo, dinheiro e recursos do que necessário, drenando a rentabilidade de seu negócio.

Nesse contexto, para gastar menos e produzir mais, é preciso estar disposto a rever processos e implantar novos e melhores métodos.

Por exemplo, a aplicação de inversores de frequência para automação de muitos de seus processos ajuda a reduzir os custos na marcenaria e, ainda, a alcançar maior nível de eficiência na operação de seus equipamentos. Quando possível, eliminar a pré-montagem na produção dos móveis também poderá trazer uma boa economia de tempo e de custos. O uso de software de plano de corte também pode ajudar a reduzir os custos na marcenaria, ao otimizar o uso das chapas de madeira.

Outras questões mais pontuais de otimização podem ajudar a evitar desperdícios, mau uso de insumos e retrabalhos que estejam consumindo excessivamente o tempo da equipe (que também custa dinheiro para a marcenaria) e elevando os gastos de sua operação. Um mapeamento de seus processos atuais poderá levar, por exemplo, a um novo layout da área de produção da marcenaria, que ajude a reduzir movimentações de materiais, agilizar sua produção e reduzir erros, o que se traduzirá, em última instância, também em reduzir os custos na marcenaria.

3. Investir na manutenção de maquinário

No dia a dia das operações, a necessidade da manutenção de maquinário pode acabar ficando em segundo plano. Algumas vezes, ela é lembrada apenas quando algo interrompe a produção na marcenaria. E esse é um grave erro que precisa ser eliminado.

A manutenção constante das ferramentas de trabalho e dos maquinários traz excelentes resultados, evitando que algo impeça que você fique sem produzir por conta de um problema de conservação ou funcionamento desses recursos.

Além disso, o custo necessário para fazer isso de forma periódica é muito menor do que o do investimento necessário para solucionar reparos mais graves ou para a compra de novos maquinários em casos irreversíveis.

Vale lembrar de que, por vezes, apenas uma configuração malfeita pode estar gerando problemas na produção e desperdícios. Isso também poderá ser checado nas manutenções. 

Para mais dicas, leia também nosso artigo sobre onde economizar para reduzir os custos de produção da marcenaria.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar