ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

tipos-serras-marcenarias-formobile

Veja como escolher os tipos de serra ideais para cada corte na marcenaria

Há uma serra adequada para cada tipo de madeira e de corte. Portanto, o segredo para dar um bom acabamento aos móveis produzidos sem perder tanto tempo na marcenaria é conhecer um pouco mais sobre os tipos de serra disponíveis no mercado. No entanto, muitos profissionais acabam utilizando a mesma serra para diferentes ocasiões por desconhecer as opções existentes ou por economia. E o resultado disso é, sem dúvida, um trabalho mal feito ou perdido.

Confira, portanto, a seguir, as serras mais comuns destinadas ao trabalho dos marceneiros, além de dicas de como escolher a mais adequada de acordo com cada necessidade.

Serra circular

A serra circular é portátil e potente, sendo utilizada para cortes manuais retos”, resume Sidneia Teixeira, sócia d’A Marcenaria.

Além disso, com os seus diferentes tipos de discos, produz cortes grossos e pode ser utilizada em diversos tipos de materiais (exceto madeira com pregos). Suas lâminas de dentes largos tratados com carbono, por exemplo, são perfeitas para o corte no sentido do veio.

Serra esquadrejadeira

A serra esquadrejadeira fica fixa em uma mesa e possui variação de ângulo de corte em relação à serra circular. “Trata-se de uma serra robusta, estacionária, usada para cortes precisos, sendo necessário acertar o esquadro da peça a ser trabalhada”, afirma.

Serra seccionadora

“Também é uma serra estacionária, de uso industrial, com a qual é possível cortar uma ou mais chapas ao mesmo tempo”, resume Sidneia.

Serra tico-tico

“É portátil, gera cortes retos, mas é utilizada, principalmente, para fazer cortes redondos, em curvas. Possui uma pequena lâmina de, mais ou menos, 10 cm que corta por método de ‘sobe/desce’”, explica.

Quanto mais estreita for a lâmina, mais fechados serão os cortes, inclusive em materiais grossos. Embora seja geralmente fixa, a lâmina, em determinados modelos, pode girar sobre si mesma (scroller).

Serra fita

“Trata-se de uma serra estacionária, com as mesmas qualidades da tico-tico, mas com estrutura diferenciada, composta por uma lâmina no formato de uma correia que gira em dois volantes para poder efetuar o corte (semelhante às serras de açougue). Ela é ideal para cortar materiais mais espessos, ou seja, algo que lâminas de outras serras não conseguiriam (uma chapa de espessura de 10 cm, por exemplo, pode ser cortada ao meio com esta serra, fazendo que o marceneiro fique com duas peças de 5 cm de espessura”, ressalta Sidneia.

Serra meia esquadria

“A serra meia esquadria é portátil, utilizada para fazer cortes longitudinais e transversais – aquele tipo de corte que encaixa nas cantoneiras de quadros, por exemplo”, resume a sócia d’A Marcenaria.

Este tipo de serra permite ao usuário fazer cortes angulares precisos com um serrote. Ela, geralmente, funciona melhor para cortes de 90°, que é o ângulo mais frequentemente utilizado. Trata-se de uma ferramenta, na maior parte das vezes, portátil, que realiza seu trabalho de maneira suave e rápida.

Sidneia explica, ainda, que cada uma das serras citadas anteriormente pode efetuar cortes em madeira, MDF, MDP e alumínio, desde que sejam trocadas as lâminas, pois, para cada material, há a necessidade de uma lâmina específica.

“Os diferentes tipos de serra têm as suas finalidades específicas, mas os principais objetivos e as vantagens de utilizá-las são a precisão do corte a ser efetuado, sendo cortes retos ou geométricos, e a agilidade com a qual elas realizam esses cortes. Um corte específico com um serrote que poderia levar horas, por exemplo, com uma serra leva minutos ou até segundos”, defende.

No entanto, lembre-se que a adoção do tipo de serra adequado para o corte, assim como a utilização do material correto, influencia no resultado final, já que uma escolha errada nesse sentido pode gerar perda de tempo, retrabalho e queda na produtividade.

Quer saber mais sobre os tipos de serra ideias para o trabalho na marcenaria? Continue acompanhando as atualizações do nosso canal de conteúdo.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar