ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

preco-venda-produtos-formobile

Descubra quais elementos determinam o preço de venda de seus produtos

Como fazer o cálculo de um preço de venda que seja adequado tanto para o seu negócio quanto para o consumidor? Essa questão costuma tirar o sono de muitos empresários. No entanto, especialistas garantem que a equação é relativamente simples e não requer, em geral, nenhuma ferramenta especial - apenas uma atenção especial para que sejam evitadas duas consequências comuns quando há erros nesta conta: a perda de mercado e a obtenção de um resultado abaixo do esperado.

Há que se ter em mente que o preço de venda deve levar em conta elementos importantes, como descreve Edno Oliveira dos Santos, mestre em Economia Empresarial do Instituto de Estudos Financeiros. “Não podem faltar: a apuração do custo do produto ou serviço, a estimativa da quantidade a ser vendida e, no caso de empresas grandes, a previsão da carga tributária (imposto de renda e contribuição social) sobre o faturamento, além, claro, da escolha do método apropriado de formação de preço, com especial atenção para a margem de lucro a ser aplicada”, aconselha.

O conhecimento desses pontos possibilita que a empresa atue de forma competitiva e sustentável. Mas, a falta deles e a precificação inadequada, podem resultar em prejuízos e, até mesmo, no fechamento do negócio.

Confira, a seguir, as dicas para definir o preço de venda de seus produtos.

Aspecto mercadológico e aspecto financeiro

Na hora de realizar o cálculo do preço de venda, o empresário deve levar em conta o aspecto mercadológico e financeiro do seu negócio:

•    Aspecto mercadológico

Pelo aspecto mercadológico, o preço de venda deve estar no mesmo patamar do aplicado pelos concorrentes diretos do seu produto. Nessa linha de pensamento, fatores como conhecimento da marca, tempo de mercado e volume de vendas já conquistado exercem uma influência direta sobre o valor a ser estabelecido.

•    Aspecto financeiro

Quando se pensa no cálculo do preço de venda sob o aspecto financeiro, leva-se em conta que o valor gerado para determinado produto deverá cobrir o custo direto da mercadoria, as despesas variáveis (como, por exemplo, as comissões dos vendedores) e as despesas fixas (aluguel, água, luz, telefone, salários, etc.). O saldo restante será o lucro líquido.

No entanto, se ao calcular o preço, ele for muito diferente daquele praticado pelo mercado,  é necessário refazer o cálculo e reavaliar seus custos para que seu negócio permaneça competitivo, além de equilibrar o preço de venda de acordo com o montante que o seu cliente está disposto a pagar.

Nessa hora, alguns empresários pensam em maximização do lucro, mas vale lembrar que ela nem sempre deve ser aplicada. “A maximização requer que a empresa entenda a elasticidade-preço de cada produto ou serviço, o que lhe permite conhecer a quantidade vendida em cada nível de preço, Mas como trata-se de uma tarefa complexa e cara, a meta de maximização do lucro é, na maioria dos casos, feita de forma experimental”, explica.

Dicas para calcular seu preço de venda

O preço de venda ideal é aquele que contempla todos os custos e as despesas de seu negócio e que ainda gera lucro. Ele deve ser compatível com o que é praticado no mercado e com o poder de compra de seu público de interesse, além de estar alinhado com o plano estratégico da sua empresa.

De acordo com Oliveira, “antes de formar o preço de venda, o profissional precisa saber  o custo de fabricação do produto, as despesas de venda geradas, o montante das despesas necessárias para administrar o seu negócio e a margem de lucro desejada.”

Diante dessas informações, o cálculo pode ser feito de modo simplificado, por meio da fórmula a seguir:

Preço de venda = custos + despesas + lucro

Para uma equação mais sofisticada e detalhada, também é possível utilizar:

CVU (custo variável unitário) + CFU (custo fixo unitário) + DVU (despesa variável unitária) + DFU (despesa fixa unitária) + MLU (margem de lucro desejada) = PVU (preço de venda unitário)

Com as fórmulas em mente, fica mais fácil de visualizar como é feita a conta mas é importante ressaltar a importância de os gestores buscarem auxílio de planilhas ou mesmo de profissionais especializados para desenvolvê-la, uma vez que um erro no preço de venda pode trazer grandes prejuízos para a empresa. O Sebrae, por exemplo, possui consultorias específicas para ajudar os empresários a definirem o preço de venda de seus produtos.

Quer saber mais sobre o preço de venda e outros fatores que influenciam no sucesso de seu negócio? Continue acessando o nosso canal de conteúdo!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar