ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Calcular o lucro na marcenaria

Como calcular o lucro da sua marcenaria

Você sabe como calcular o lucro de cada item produzido na sua marcenaria? Descubra como!

Como lucrar sem perder a competitividade? Existe uma linha tênue entre definir um preço atrativo e, ao mesmo tempo, garantir um lucro equilibrado para a sua marcenaria. Assim, encontrar esse equilíbrio pode ser um desafio, principalmente para profissionais autônomos, com pouco conhecimento na área de contabilidade.

Entretanto, encontrar essa porcentagem é essencial para a gestão da marcenaria. Precificar incorretamente o produto pode gerar problemas e dificuldades financeiras para a empresa. Assim, definir um cálculo base e compreender a lógica por trás dele é uma necessidade que independe do setor de atuação.

Despesas fixas e variáveis

Um hábito comum no mercado para calcular o preço de um produto a ser vendido, segundo o analista de negócios sênior do Sebrae-SP, Moisés Carvalho, é multiplicar por dois o custo unitário do produto. Ou seja, se o custo do item é R$ 72,50, ao dobrar seu valor temos o preço de venda de R$ 145, muitas vezes considerado (de maneira equivocada) lucro. “O empresário pega esses R$72,50 extras e gasta sem pensar nas despesas”, lembra.

As despesas podem ser enquadradas em duas denominações principais. São consideradas despesas fixas aquelas que não mudam a cada projeto. Ou seja, aqui entram custos como aluguel do espaço, manutenções preventivas dos equipamentos, custos com funcionários, etc. Já as despesas variáveis são as que variam, como o próprio nome sugere. Assim, entram nessa denominação custos com material específico, além de compras e manutenções emergenciais, por exemplo.

É preciso, antes de mais nada, compreender que as despesas fixas e variáveis correspondem, respectivamente, a 30% e 15% do valor final. Esses valores se referem, por exemplo, a taxas, reposições e outras demandas. Ou seja, devem ser separadas do lucro (5% do valor final de venda), que é quanto o empresário pode gastar no que quiser.

Como calcular o lucro

Segundo o analista de negócios, a maneira correta para calcular o quanto pode ser gasto é multiplicar o custo do item por dois e subtrair as despesas. Dessa forma, chegamos ao seguinte cálculo:

Custo do móvel: R$ 72,50

Valor de venda: R$ 72,50 x 2= R$ 145

Despesa fixa: 30% de R$ 145 = R$ 43,50

Despesa variável: 15% de R$ 145 = R$ 21,75

Lucro: 5% de R$ 145 = R$ 7,25

Dicas e caminhos

Além disso, Moisés ressalta cinco caminhos para ajudar a definir os preços:

  • - conhecer o nicho de mercado;
  • - conhecer os concorrentes diretos;
  • - definir o mix de produtos e serviços;
  • - identificar os diferenciais oferecidos;
  • - definir o preço mínimo da venda.

Esses cálculos e informações ajudam, e muito, no fluxo de caixa, a apurar o saldo disponível em caixa, a registrar os valores reais de recebimentos, em pagamentos e a apurar o saldo final. Além disso, essas informações permitem projeções ao gestor para tomar as decisões com a antecedência necessária.

Outro benefício desses dados é o Demonstrativo de Resultados, no qual é possível apurar o lucro líquido das atividades, serviços, vendas e atividades realizadas no período. Assim, é possível também comparar resultados obtidos com os meses anteriores e, se necessário, tomar as decisões para corrigir eventuais problemas.

Gestão de custos na indústria moveleira - Como calcular o lucro

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar