ForMobile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

lead-time-industria-moveis-formobile

Aprenda a calcular o lead time e aumente a produtividade da sua indústria de móveis

Calcular o lead time de uma indústria significa conhecer o intervalo exato entre o recebimento de um pedido e a entrega do produto solicitado ao cliente, uma tarefa fundamental para melhorar a produtividade e facilitar o planejamento de uma empresa. Apesar disso, nem todas as indústrias, inclusive as do setor moveleiro, sabem ao certo como calculá-lo e muito menos como diminuí-lo.

“O lead time é importante porque é um indicador de tempo que fornece subsídios para que a empresa possa realizar ações, sobretudo para a redução do tempo de produção”, afirma Daniel Hudson Senna Barreto, da Unidade de Atendimento Coletivo da Indústria do Sebrae-DF.

Além disso, medir o tempo que os fornecedores entregam a matéria-prima é importante para dar uma visão de quanto tempo o profissional da indústria precisará para colocar o pedido de compra na sua linha de produção e atender à demanda de seus clientes sem atrasos. A ação também evita que o produto finalizado fique parado por muito tempo no estoque, dispensando custos de armazenamento.

“O melhor caminho para a redução do lead time é o investimento em ferramentas tecnológicas no chão de fábrica, assim como na área de engenharia de produtos e processos, para o controle de tempo na produção, a verificação de gargalos e a implantação de ações corretivas”, defende Hudson.

Confira, a seguir, como calcular o lead time da sua indústria de móveis para aumentar a sua produtividade e se livrar de gastos desnecessários.

Passo a passo de como calcular um lead time

Sem uma compreensão clara do lead time necessário que a sua empresa do setor de móveis precisa para produzir um item ou serviço, você, como gestor, corre o risco de ganhar uma má fama por meio do “boca a boca” negativo dos os clientes insatisfeitos com o seu prazo de entrega. E para evitar isso, você vai precisará seguir os seguintes passos:

1. Lista de materiais

Crie uma lista com todas as matérias-primas necessárias para a produção do produto a ser vendido, incluindo itens necessários para serviços terceirizados, ferramentas e instalações.

2. Períodos de entrega

Calcule o período de tempo para adquirir cada item da sua lista de materiais. Determine o tempo entre a data de pedido e a data de entrega de cada um deles, verificando se o fornecedor tem disponibilidade para entregas aos finais de semana ou somente em dias úteis.

Identifique os materiais da lista com maior tempo de entrega e anote quanto será necessário esperar para recebê-los. Se você mantém esses itens em um inventário, assuma um lead time de um dia para obter o levantamento e colocar o produto em produção.

3. Cronograma

Revise o cronograma de produção para determinar o número de dias e horas necessário para a fabricação de um produto ou a conclusão de um serviço. Este número de dias deve ser adaptado para o ritmo de trabalho da sua organização, sem deixar de considerar finais de semana e feriados.

Lembre-se, também, de contar períodos de manutenção e reservar uma folga para atrasos que possam ocorrer na linha produtiva da sua empresa.

4. Execução entre operações

Calcule o tempo necessário para que um produto em processo de fabricação se mova de um centro de trabalho para outro. Essa conta deve incluir os tempos de fila, preparação, pós-operação, espera e transmissão.

5. Tarefas administrativas

Estipule o tempo necessário para processar a papelada e completar tarefas relacionadas à compra de materiais, como a escolha de um fornecedor, a preparação da ordem de compra, as autorizações e a transmissão do pedido ao fornecedor.

Reunindo todas essas informações, você terá um cronograma mais eficiente, com o tempo de execução total de cada um de seus produtos ou serviços. Com esses dados estratégicos, também se torna possível identificar problemas a serem resolvidos em sua linha produtiva, aprimorar o gerenciamento de sua equipe e de produtos em estoque, além de melhorar a experiência de compra do seu cliente, atendendo às demandas e aos prazos com mais qualidade competitividade no mercado.

Quer continuar informado sobre os assuntos relacionados à gestão das empresas do setor moveleiro? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e aproveite as dicas! 

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar