ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Especialista explica o que define um móvel produzido em marcenaria de alto padrão

móveis de alto padrão.png
Desenvolver um móvel de alto padrão requer qualidade, o que pode ser traduzido como material de primeira linha, ferragem de primeira linha e uma cadeia de alto padrão para atender as necessidades produtivas.

Desenvolver um móvel de alto padrão requer qualidade, o que pode ser traduzido como material de primeira linha, ferragem de primeira linha e uma cadeia de alto padrão para atender todas as necessidades produtivas. Essas foram as primeiras definições apresentadas por João Segatto, diretor da Segatto - Marcenaria de Alto Padrão, para classificar esse segmento moveleiro, durante o segundo dia da ForMóbile Xperience 2020.

Adicionalmente, o profissional chama atenção para a presença de detalhes mais refinados, algo que demonstre ser mais elaborado, que se note o design trabalhado no detalhe. Acabamentos que remetem ao artesanal também agregam valor. “Alto padrão tem um pensamento definido, nada é aplicado a esmo.”

Apesar de carregar “um quê” de feito à mão, a marcenaria de alto padrão faz uso de tecnologia. E isso não é agora. Com experiência na entrega do projeto de marcenaria da Sala São Paulo (mais importante sala de concertos da capital paulista), nos anos 1980, Segatto lembra que o uso de novas tecnologias acompanhou o desenvolvimento do seu negócio.

“Era uma produção em linha, com células de trabalho, mas trabalhando de forma artesanal. Aí a fábrica tomou formato de indústria, crescendo para um galpão. Hoje, é uma pequena indústria, sim, mas que dá mais atenção à qualidade do que à quantidade produtiva.

Conselhos de um veterano da marcenaria

Com mais de 40 anos história nesse mercado, Segatto aconselha os colegas de profissão a fazer planejamento e investimentos, além de buscar conhecimento para não ser “mais um”.

Além disso, ele recomenda cultivar uma boa relação com especificadores (arquitetos, decoradores, designers e empresas de engenharia etc) para crescer. “Se você fizer um bom trabalho, você terá esses parceiros com você.”

Nessa relação, o especificador é a mente criativa, enquanto o marceneiro conhece mais sobre a questão técnica. “Por isso, é preciso ser mais paciente para explicar o melhor caminho na produção do projeto. Mostrando conhecimento, você vai ter esse especificador do seu lado”, aconselha.

Assista a entrevista completa sobre o conceito por trás da produção de móveis de alto padrão. Basta clicar neste link da ForMóbile Xperience 2020.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar