ForMóbile faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

De dono a gestor: o que você precisa saber antes de empreender na marcenaria

empreendedores na marcenaria.png
Uma entrevista sobre empreendedorismo para marceneiros tirou muitos profissionais da zona de conforto no segundo dia da ForMóbile Xperience 2020.

Com grande audiência e repercussão, uma entrevista sobre empreendedorismo para marceneiros com Fernando Imazu, designer de produto e especialista em móveis sob medida, tirou muitos profissionais da zona de conforto no segundo dia da ForMóbile Xperience 2020.

A partir de perguntas e afirmações provocativas, Imazu incentivou uma autorreflexão sobre o perfil empreendedor.

“Dono de marcenaria é proprietário de máquinas e tem funcionários, mas o pensamento é o de produzir.” Por outro lado, o empreendedor olha faturamento, rentabilidade de produtos, nível de produção e produtividade dos funcionários. “Ele tem a capacidade de tomar decisões para mudar a rota quando algum erro está no meio do caminho.”

Aliás, a tomada de decisão é um ponto-chave, pois não pode ocorrer por meio de achismo, mas com base em dados. “Você tem plano de negócio? Conhece sua taxa de conversão de cliente? Qual seu tempo de produção por ambiente? Quem empreende precisa saber responder isso para direcionar decisões na empresa por dados”, defende.

De olho no dinheiro

Segundo Imazu, uma marcenaria tem entre R$ 10 mil e R$ 20 mil de custo fixo por mês. Quem não passou pelas etapas de planejamento, corre o risco de fechar, pois o cliente nem sempre chega imediatamente para girar o caixa. “É uma questão de colocar no papel e fazer conta.”

Busque tornar o seu negócio lucrativo. “Dinheiro vai embora quando dá mais desconto do que pode e quando a produtividade é baixa, não só quando paga boletos”, sinaliza.

Por isso, é preciso voltar ao básico e fazer (ou mesmo refazer) um estudo de negócio. Levante informações como impacto de custos, comportamento de cliente, aspectos de venda, gerenciamento de produção e distribuição de produtos. A recomendação é começar com um item por vez para enxergar a marcenaria como um todo e, posteriormente, colocar tudo num fluxo de melhoria contínua.

Compromissos do empreendedor

Quem se enxerga como empreender ou gestor tem de assumir três compromissos:

  • não desistir no meio do caminho. No começo é complicado, mas as coisas ficam mais fáceis com o passar do tempo;
  • aprender muito, até mesmo o que não imaginava. Vai ser importante saber matemática, mesmo que não tenha aptidão;
  • Ter constância. “Pense: o que fiz hoje para melhor o meu negócio? Durante 365 dias do ano você pode melhorar 365 coisas. É uma questão de mentalidade”, afirma Imazu.

Toda a conversa, incluindo as respostas para as perguntas feitas pela audiência ao vivo, pode ser assistida neste link da ForMóbile Xperience 2020.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar