Gestão

Compensado naval x MDF hidrorrepelente: qual escolher?

Enquanto o compensado naval passa por um método de “criação” mais ecológico, o MDF hidrorrepelente é fabricado por meio de um processo de acetilação patenteado. Quem garante é o instrutor Carlos Aliatti, da Confraria da Madeira, do Rio Grande do Sul.

Mas não só isso: embora ambos “vendam”, teoricamente, o mesmo resultado, há muitas diferenças entre o compensado naval e o MDF hidrorrepelente que precisam ser ressaltadas. Confira os detalhes a seguir.

Compensado naval

O Compensado naval é recomendado para o uso na construção civil e também na indústria naval por receber imunização contra o ataque de fungos e cupins e por ser prensado sob alta temperatura com cola fenólica naval, tornando-se altamente resistente à umidade e ao contato direto com a água. Esta cola especial oferece mais resistência à água do que as colas comuns. Por isso, o material pode  ser utilizado em ambientes úmidos, como banheiros, cozinhas e lavanderias.

Carlos Aliatti explica que o “compensado naval é formado por  lâminas de madeira selecionadas, sobrepostas em sentido alternado, uma a uma, em número ímpar, com capas no mesmo sentido. Sua capa (lâminas externas) e seu miolo (lâminas internas) são de pinus reflorestado, coladas entre si com resina fenólica WBP. Elas também possuem certificação ISO 9001 e são 100% à prova d’água.

MDF hidrorrepelente

Conhecido também como Super MDF ou MDF Ultra, o MDF, como você bem sabe, nada mais é do que um painel feito a partir do amálgama de fibras de madeira e aditivos químicos. Para ficarem compactadas, elas são coladas umas sobre as outras e fixadas por meio da prensagem.

Já o MDF hidrorrepelente, “diferentemente do MDF convencional, recebe durante o processo de fabricação um tratamento de ácido acético que repele a água e não a absorve, tendo, assim, maior durabilidade”, explica o instrutor Carlos Aliatti

O material é desenvolvido e comercializado como um produto inovador, caracterizado pela durabilidade e resistência a intempéries. Não à toa, oferece novas oportunidades e soluções de uso para arquitetos e designers. Na indústria da construção civil, por exemplo, o MDF hidrorrepelente é indicado para a utilização em áreas sujeitas à umidade e o seu acabamento, quando laqueado, é perfeito.

Prós e contras do compensado naval

Prós 

  • É resistente ao tempo e à água;
  • Tem maior resistência ao empenamento e, quando empena, o grau de empenamento é menor do que nas demais placas de madeira;
  • É mais leve e tem maior aderência a pregos e parafusos;
  • Seu preço é baixo;
  • É ecologicamente correto, podendo ser utilizado ao natural;
  • Aceita vários tipos de acabamento.

Contras

  • Apresenta, normalmente, falhas em sua fabricação;
  • Suas lâminas da capa apresentam falhas, não mantendo padrão;
  • Sua lâmina pode lascar durante o processo de usinagem;
  • Demanda colagem de lâmina nas laterais para esconder as lâminas internas (opcional).

Vantagens e desvantagens do MDF hidrorrepelente

Vantagens

  • Aceita bem usinagens, cortes e furações;
  • Recebe bem acabamento (pintura);
  • Tem um custo-benefício satisfatório no longo prazo;
  • É resistente ao tempo e à água;
  • Seu painel é uniforme.

Desvantagens 

  • Tem preço alto;
  • Tem pouca variedade no mercado;
  • É pesado;
  • Apresenta menor resistência a empenamento.

Quer saber mais sobre compensado naval e o MDF hidrorrepelente? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e até a próxima.
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *