• ForMóbile is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Tendências

Aplicação de lâmpadas de LED em móveis: veja como fazer

O uso de lâmpadas de LED em móveis é uma das tendências recentes do mercado, que ganha cada vez mais força por valorizar o mobiliário e atuar de forma funcional, clareando os ambientes.

As lâmpadas de LED (Light Emitting Diode ou Diodo Emissor de Luz), além de serem elegantes, possuem uma série de vantagens, inclusive financeiras para o cliente. O arquiteto Philippo Gomes afirma que “a economia de energia proporcionada por este tipo de componente é de 20% em comparação às lâmpadas fluorescentes.”

A versão também apresenta maior durabilidade em relação às lâmpadas incandescentes – o LED possui cerca de 35 mil horas de vida útil, e seus dispositivos podem sobreviver até 100 mil horas, o equivalente a mais de 8 anos de uso. Além disso, o LED pode ser utilizado em ambientes úmidos, como banheiros, sem oferecer riscos de choques, ou em baixas altitudes, sem a preocupação de queimaduras por contato.

Diante disso, cabe ao marceneiro que ainda não está por dentro dessa realidade, buscar entender as possibilidades de aplicação das lâmpadas LED nos projetos de móveis a fim de garantir um trabalho de qualidade. Vale a pena se inspirar em sites de decoração, pedir a consultoria de um profissional da área e conferir, é claro, as dicas sobre a utilização do recurso que listamos a seguir.

Aplicação de lâmpadas de LED em móveis

Independentemente do local em que forem empregadas, as lâmpadas de LED precisam ser trabalhadas de forma harmônica, respeitando” as características do projeto mobiliário e da iluminação ambiente.

Sidneia Teixeira, sócia d’A Marcenaria, de Farroupilha/RS, explica que qualquer móvel pode recebê-las, “desde que seja feito o planejamento elétrico para verificar a alimentação mais adequada para o móvel e o efeito de iluminação que se deseja realizar”, ressalta.

De acordo com a empresária, o uso do LED é mais comum em armários de cozinha, closets, home teathers e em áreas de estudo ou leituras, como as cabeceiras de cama, por exemplo.

Vale ressaltar que, como em cozinhas, os armários tendem a gerar sombras por serem colocados sobre bancadas, pias e fogões, a iluminação utilizada nesse tipo de mobiliário tem o objetivo de clarear o ambiente, por isso a recomendação é pelo uso de LEDs brancos. Já em armários e roupeiros em geral, pode-se aplicar a iluminação por fora ou por dentro, através de um sistema de acionamento mecânico, com micro chave na porta ou sensores. Nesse caso, a principal função das lâmpadas é iluminar as roupas, gerando maior conforto para o usuário.

Materiais de iluminação

Existem muitos materiais disponíveis no mercado para garantir aos móveis o efeito de iluminação adequado. Entre os mais usuais, estão:

  • Fitas de Led:  fitas com vários leds em sequência;
  • Conectores de fitas de LED:  usado para conectar a fita de LED na fonte de energia;
  • Botões (micro chaves) para gavetas e portas: usados para ligar automaticamente a iluminação;
  • Interruptores específicos para móveis: têm a função de ligar e desligar a iluminação manualmente;
  • Fontes: usadas para alimentar as fitas de LEDs;
  • Luminárias de LEDs: são, geralmente, similares às luminárias de lâmpadas dicroica;
  • Spot para embutir: usado para iluminação embutida.

Quer saber mais sobre o uso de LED em móveis para destacar os seus projetos de móveis? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo.


1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *